Recorra-run-logo-corrida-analise-rua-cor

Ciência e Conhecimento para sua corrida!

Buscar

Seu tênis NÃO é o fator principal na corrida

Já pararam pra pensar quanto somos influenciados pelas mídias e publicidades?


ESSE QUESTIONAMENTO ME VEM À CABEÇA QUANDO LEIO UM ARTIGO DE ALTO IMPACTO, QUE DIZ QUE NÃO HÁ EVIDÊNCIAS CONCLUSIVAS DA RELAÇÃO DO CALÇADO COM TAXAS DE LESÃO NA CORRIDA. O ARTIGO DIZ: “COM BASE NA FALTA DE EVIDÊNCIAS CONCLUSIVAS, QUE ANTES ERAM OS PRINCIPAIS PREDITORES DE LESÃO NA CORRIDA, NOVOS PARADIGMAS ELUCIDAM A ASSOCIAÇÃO DE CALÇADOS E LESÃO’’. OS AUTORES AINDA AFIRMAM, ‘’UM DESSES NOVOS PARADIGMAS: O SIMPLES FILTRO DE CONFORTO, COMO CRITÉRIO DE SELEÇÃO DO CALÇADO SUGERE QUE O CORREDOR SELECIONE INTUITIVAMENTE UM PRODUTO CONFORTÁVEL QUE LHE PERMITIRÁ BOM DESEMPENHO, ISSO PODE REDUZIR AUTOMATICAMENTE O RISCO DE LESÃO E EXPLICAR O PORQUE NÃO PARECE HAVER UMA TENDÊNCIA SECULAR NA EXECUÇÃO DAS TAXAS DE LESÃO.”


PORQUE ENTÃO INSISTIMOS NESSA QUESTÃO DO TÊNIS?


ESCOLHEMOS ELE COMO SE FOSSE O ÚNICO FATOR A SER CONSIDERADO.


POR QUE?


Reconheço, que o assunto é polêmico pois envolve interesses econômicos, marketing de grandes empresas, mas de fato se olharmos uma revisão de literatura, não há nenhuma evidência conclusiva de que tênis X ou Y promova maior proteção, ou ainda menor ocorrência de traumas. O único critério de seleção de fato importante descoberto em diversos estudos relevantes, foi o fator de conforto. Esse simples conforto das palmilhas é o único critério provado cientificamente importante para todas as lesões relacionadas aos movimentos das extremidades inferiores na corrida.


É importante ressaltar que os estudos que relacionam lesão e corrida são novos, o que nos faz ter dificuldades nas conclusões, além, claro da questão da lesão ser multifatorial.

Entretanto, estamos avançando nessa ciência, mas acho importante chamar atenção para o que de fato importa... e a marca X ou Y não é a solução do problema. Os dois fatores evidenciados na literatura relacionados diretamente a lesão são volume inadequado de treino e técnica errada de corrida.


Já existem, por exemplo, dados conclusivos de variáveis de técnica inadequada, como por exemplo níveis de pronação, supinação, inversão e eversão, bem como os limites e extremidades associados diretamente a lesão. Por que ninguém aborda isso?


Já temos esses dados. Por que será ninguém discute isso que de fato vai resolver o problema?


Fica aqui a NOSSA reflexão.


Está na hora de olharmos para o que de fato vai nos responder o por quê da lesão no esporte.


Reflita: Você e sua corrida estão sendo influenciados por algum meio ou mídia?


Comente... você se preocupa muito com qual tênis vai correr?



Referência: Br J Sports Med: Running shoes and running injuries: mythbusting movement path’ and ‘comfort filter’ and a proposal for two new paradigms: ‘preferred BM Nigg, J Baltich, S Hoerzer, H Ende, 2015.

0 visualização